logobranco.png
Blog

AS PASSAGENS AÉREAS VÃO FICAR MAIS BARATAS EM AGOSTO?

Petrobrás anuncia redução no preço dos combustíveis do setor de aviação.



Após certa redução no preço do combustível veicular terrestre, a Petrobras anuncia a redução do preço médio do QAV (Querosene de Aviação). Haverá uma retração nos preços do querosene e da distribuição do asfalto após a pressão das restrições pandêmicas e uma nunca antes vista emissão monetária por parte dos países resultando em uma inflação global, além da adição das tensões entre os Estados Unidos e Rússia com a situação ucraniana que acometeu ainda mais restrições e tentativas de embargos ao país russo e demais aliados que acabou por ser "um tiro no pé" do país norte-americano e do restante do continente europeu ao aumentar o preço do barril de petróleo e demais produtos e não conseguir impor sua soberania em uma "queda de braço" geopolítica com a Rússia.


Este cenário macroeconômico desafiador imposto por todos esses conflitos, acarretou em um impacto nos preços de praticamente todos os produtos de todos os setores. Com o período da pandemia cada vez mais distante e a histeria perante a exposição ao Covid-19 cada vez menor, as pessoas estão cada vez mais aptas ao consumo e as empresas estão com cada vez menos restrições em suas produções para conseguir diminuir a precificação de seus produtos e manter seus prazos em dia. Ocorre que, vemos um cenário em que apenas uma das quatro agravantes (inflação, demanda exponencial, restrições pandêmicas, conflitos entre países no continente europeu) são parcialmente eliminadas, na medida que o entendimento sobre o risco da pandemia é cada vez maior e restrições estão cada vez mais "soltas" atraindo cada vez mais passageiros que aguardavam ansiosamente para viajar.


A estatal brasileira anunciou uma diminuição no preço médio de cerca 2,6% no QAV, com uma redução ainda maior para o combustível de aeronaves pequenas em 5,7%. Além das reduções de combustível, foi anunciada a diminuição de cerca de 4,5% no preço do asfalto às distribuidoras. Caberá às companhias aéreas repassarem esta redução aos passageiros que vem sofrendo com um absoluto descaso como o abusivo aumento de preços nas passagens, cancelamentos, atrasos e extravios de suas bagagens. Cabe lembrar, a companhia aérea Delta teve de enviar um avião completamente vazio para recuperar bagagens extraviadas no aeroporto de Londres, onde o CEO já havia solicitado para que as companhias aéreas parassem de vender tantas passagens, visto que o aumento de viajantes cresceu 40 anos em 4 meses.


Você sofreu com cancelamento, atrasos ou extravios de bagagem? Conte-nos e iremos analisar se este caso é elegível a compensação financeira: www.flighthelpbrasil.com/formulario


Matheus Ramos

24 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo